Skip to main content

O que é o herpes labial?

O que provoca o herpes labial?

O vírus é frequentemente contraído na infância, normalmente sem nos apercebermos. Permanece em estado de latência no nosso organismo, até ser ativado por uma série de fatores:

  • Exposição solar
  • Tempo frio
  • Menstruação
  • Hormonas
  • Febre
  • Constipação ou gripe
  • Fadiga
  • Sistema imunitário enfraquecido

As etapas do herpes labial

Um surto de herpes labial dura entre 7 e 12 dias e tem, geralmente, cinco etapas distintas.No entanto, algumas pessoas não passam pela etapa de sensação de “formigueiro” que assinala a chegada de um surto.

  1. Formigueiro ou comichão: Aparecem os primeiros sintomas — geralmente uma sensação de formigueiro, ardor ou comichão na zona em volta da boca ou nariz. Esta etapa dura normalmente cerca de seis horas e é frequentemente acompanhada por sentimentos de ansiedade e preocupação com a chegada iminente do herpes labial.

  2. A bolha: No espaço de algumas horas — ou alguns dias — a zona fica avermelhada e forma-se um aglomerado de pequenas bolhas cheias de líquido. Estas podem vir a fundir-se numa única bolha de maior dimensão. A sensação de latejar habitual nesta etapa é, frequentemente, bastante dolorosa.

  3. Úlcera: As bolhas incham e depois rebentam, deixando uma úlcera avermelhada superficial. Esta é a etapa mais dolorosa e contagiosa do ciclo e é também nesta fase que os atingidos se sentem mais inseguros.

  4. A crosta: Forma-se uma crosta seca e castanha. Se a crosta quebrar, pode haver comichão, ardor e sangramento.

  5. Cicatrização: A crosta desfaz-se em flocos e a lesão do herpes labial cicatriza totalmente.