Perguntas Frequentes Perguntas Frequentes Perguntas Frequentes
Compeed

Perguntas Frequentes

01

Todos os Produtos

1. Informações gerais

Algum destes produtos contém qualquer um dos seguintes ingredientes: látex/celofane/glúten/abitol/peróxido de benzoílo/sulfato de níquel (II)/metacrilato?

Não, garantimos que os nossos pensos não contêm látex, celofane ou glúten. São também testados quanto à sensibilização e irritação. Estes testes são padronizados e ambos resultaram negativos

São descartáveis/biodegradáveis?

De momento, as nossas embalagens não são biodegradáveis, mas compreendemos perfeitamente a necessidade de embalagens ecológicas e as nossas equipas estão constantemente a trabalhar nesta questão. Deve eliminá-las nos canais de resíduos adequados.

Existe algum produto animal ou álcool nos pensos Compeed?

Não existe qualquer elemento de origem animal nos pensos Compeed. Os pensos são feitos à base de plantas. Também não contêm álcool.

Os pensos são testados em animais?

Não, não testámos os nossos pensos em animais.

A que temperatura o produto deve ser guardado?

Para um melhor desempenho, o produto deve ser guardado à temperatura ambiente (15 a 25 °C). Pode ser armazenado por breves períodos a temperaturas superiores a 30 °C, mas inferiores a 40 °C.

Existe algum limite de idade para o uso de pensos Compeed®?

Não, os pensos Compeed podem ser usados por qualquer pessoa capaz de compreender as instruções de utilização. Não há limite de idade.

O produto tem uma data de validade? Onde está indicada?

A data de validade está escrita na caixa sob o número do lote.

2. Embalagem

Onde está localizado o código do lote no produto/embalagem?

Impresso na etiqueta na parte de trás da caixa de plástico.

Posso usar pensos Compeed® fora da data de validade, mas ainda fechados?

Não recomendamos o uso de pensos Compeed® após a sua data de validade.

Posso usar pensos Compeed® fora da data de validade, mas ainda fechados?

Não recomendamos o uso de pensos Compeed® após a sua data de validade.

Onde está localizado o código do lote no produto/embalagem?

Impresso na etiqueta na parte de trás da caixa de plástico.

3. Indicações/Contraindicações

Existe qualquer contraindicação para o uso do penso durante a amamentação?

Não existem contraindicações para o uso durante amamentação.

Os produtos Compeed® podem ser usados por mulheres grávidas?

Os pensos Compeed® Bolhas e Compeed® para o herpes labial podem ser utilizados por mulheres grávidas. Como em qualquer situação, se as mulheres se sentirem de alguma forma inseguras, deverão consultar o seu médico.

Os pensos Compeed® podem ser usados por pessoas que sofreram um acidente vascular cerebral ou têm problemas circulatórios semelhantes?

Não há razão para que os produtos Compeed® não possam ser usados por pessoas que sofreram um derrame ou que têm doenças semelhantes. No entanto, se persistir qualquer dúvida quanto à gravidade da doença, recomendamos que consulte o seu médico.

Os pensos são indicados para diabéticos?

Não, a diabetes é uma contraindicação.
A diabetes pode causar problemas de circulação e danos nos nervos, o que por sua vez podem resultar na ulceração das extremidades ou má cicatrização de feridas. Por este motivo, é recomendado aos diabéticos que tenham cuidados acrescidos ao tratarem-se em situações semelhantes. Consequentemente, aconselhamos os diabéticos a não utilizarem pensos Compeed, a menos que tenham consultado um médico.

02

Bolhas

1. Informações gerais

O que é uma bolha?

As bolhas são lesões cheias de líquido que se desenvolvem em resposta à fricção repetida na pele. As bolhas rebentadas podem ser muito dolorosas e demorar dias a cicatrizar.

O que provoca a bolha?

As bolhas desenvolvem-se como resultado de fricção e atrito frequente, muitas vezes de sapatos apertados ou mal adaptados.

Como se trata uma bolha?

As bolhas podem demorar vários dias a cicatrizar. Os tratamentos concentram-se em proteger a bolha de fricção adicional. Aplique um penso COMPEED® para evitar a formação de mais bolhas e proporcionar um alívio imediato da dor.

Como se previne uma bolha?

Se calçar sapatos que aumentam a sua propensão para as bolhas, proteja os seus pés do atrito e da fricção com os Pensos COMPEED® Bolhas. Também pode evitar a formação de bolhas usando dois pares de meias finas durante a prática de desporto.

Qual é a vida útil dos pensos?

A vida útil é específica para cada tipo de pensos utilizados: Bolhas Médias (x1, x2, x5, x10), Bolhas Planta do Pé, Bolhas Extreme, Bolhas Pequenas, Bolhas Dedos dos Pés, Bolhas diferentes formatos – vida útil de 36 meses após o fabrico;

Pensos para o herpes labial: vida útil de 36 meses após o fabrico. Os Pensos para Calos, Calos Entre os Dedos dos Pés, Joanetes, Calosidades e Calosidades Grandes – vida útil de 48 meses após o fabrico.

2. Utilização

Por que razão os pensos para bolhas ficam brancos?

Isto indica que o penso COMPEED® está a funcionar e a promover a cicatrização.

Quando deve o penso ser aplicado?

O penso deve ser usado ao primeiro sinal de fricção, para ajudar a prevenir bolhas; e em bolhas existentes para aliviar a dor e acelerar a cicatrização.

Devo rebentar a minha bolha antes de aplicar o penso Compeed®?

Não rebente deliberadamente a bolha, mas se esta abrir, limpe-a com água e sabão neutro, coloque os pés de molho em água com sal durante 10 minutos e cubra-a com uma penso adesivo protetor como COMPEED®.

O que devo fazer se o penso cair demasiado cedo? É possível voltar a aplicá-lo?

O penso destina-se apenas a uso único. Se este descolar demasiado cedo, não deve tentar aplicá-lo novamente, mas sim usar um novo penso Compeed® Bolhas.

Quando devo retirar o penso da bolha?

O penso não deve ser removido demasiado cedo, aguarde até que comece a descolar nas bordas e poderá retirá-lo delicada e facilmente no banho. 

Após quanto tempo devo retirar o penso Compeed® Bolhas?

O penso pode permanecer firmemente colado durante vários dias, permitindo à sua pele cicatrizar rapidamente. Não tente remover o penso até este começar a descolar nas bordas.

O penso pode ser recortado ao tamanho ajustado à lesão?

Os pensos COMPEED® Bolhas não devem ser cortados porque tal reduziria a sua adesão. O formato dos pensos foi otimizado para melhor adesão. Este formato seria destruído ao cortá-los. Estão disponíveis pensos em diferentes tamanhos, incluindo COMPEED® Bolhas Médias (para calcanhares), COMPEED® Bolhas Pequenas (para os lados do pé) e COMPEED® Bolhas Dedos dos Pés (para bolhas nos dedos dos pés).

O Compeed Stick Anti-Bolhas é seguro para usar com um fato de mergulho em neopreno?

Sabemos que os produtos lubrificantes, contendo, por exemplo, vaselina, danificam o neopreno e devem ser evitados. O COMPEED® Stick Anti-Bolhas não contém vaselina ou produtos derivados do petróleo. Contém produtos de origem vegetal (principalmente óleos vegetais hidrogenados e álcool estearílico). Mas não temos qualquer informação sobre se estes também danificam o neopreno.

Estes artigos são de uso único ou podem ser reutilizados?

O penso destina-se apenas a uso único. Se este descolar demasiado cedo, não deve tentar aplicá-lo novamente, mas sim usar um novo penso COMPEED® Bolhas.

3. Indicações/Contraindicações

Posso usar os pensos Compeed em cortes?

Esta não é a sua finalidade. É recomendado aplicar um curativo normal à prova de água, de modo a que a almofada cubra o corte e o adesivo fique apenas à sua volta.

A minha bolha é demasiado grande para o maior penso Compeed®.

Para uma bolha rebentada demasiado grande para ser coberta por um penso COMPEED®, recomendamos que consulte um médico para o tratamento ideal.

Posso aplicar Compeed® numa bolha rebentada?

Os pensos COMPEED® Bolhas podem ser usados na fase em que a bolha está aberta, criando uma ferida. COMPEED® irá proteger a ferida de infeções, sujidade e da água, criando um ambiente de ferida que promove a cicatrização. COMPEED® deve ser aplicado após a desinfeção da ferida.

Posso aplicar Compeed® numa bolha de sangue?

Uma bolha de sangue é um tipo de bolha em que um vaso sanguíneo foi rompido sob a superfície da pele. Como tal, pode ser tratada como qualquer outra bolha com um penso Compeed. Contudo, recomendamos que monitorize cuidadosamente a cicatrização da bolha e, se persistir qualquer dúvida, que consulte um médico.

4. Vantagens

Os pensos Compeed® Bolhas são à prova de água?

Sim, os pensos COMPEED® são à prova de água. Embora o contacto com a água e a natação possam reduzir a adesão. A água apenas penetrará pelas bordas do penso, não através do filme exterior. Se adesão for reduzida, retire cuidadosamente o penso, esticando-o lentamente ao longo da pele, e substitua-o por um novo.

Quanto tempo demora o penso para bolhas a fazer efeito?

Uma vez aplicado, o penso pode proporcionar um alívio instantâneo da dor e da pressão. O penso também atua como uma segunda pele para acelerar o processo de cicatrização.

Quanto tempo resiste o penso Compeed depois de estar a pé todo o dia ou em condições variáveis (clima, calor, tipos de sapatos diferentes)?

Um penso Compeed® Bolhas pode permanecer colado durante vários dias, embora a experiência individual possa variar.

O penso reduz a dor?

Sim, o penso protege e amortece contra a fricção para aliviar a dor das bolhas instantaneamente.

Como pode Compeed® ajudar a minha bolha rebentada a cicatrizar se impede a formação de uma crosta?

A formação da crosta é um processo natural de cicatrização que protege as feridas e evita a entrada de sujidade e germes. No entanto, uma ferida com crosta não é ideal do ponto de vista da cura. De facto, condições de humidade são preferíveis – desde que a entrada de germes e sujidade possa ser evitada. Este é o ambiente que os pensos Compeed procuram criar, protegendo a ferida ao mesmo tempo que proporcionam um ambiente de cicatrização ideal.

03

Herpes Labial

1. Informações gerais

O que é o herpes e o que é o herpes labial? O que provoca o herpes labial? Quais são as diferenças entre o Herpes e o herpes labial? Qual é a diferença entre o herpes labial e o herpes genital? Onde aparece geralmente o herpes labial? Quais são os sintomas do herpes labial? Como se desenvolve uma lesão de herpes labial? Qual é a duração média de um surto de herpes labial? Existe algum risco de infeção com herpes labial? O que ativa o herpes labial? Como prevenir um surto de herpes labial nas fases iniciais? O herpes labial é contagioso? Como se contrai o herpes labial? Em que fase é o herpes labial mais contagioso? O herpes pode ser transmitido sem sintomas? Como se propaga e transmite o herpes labial? Quão comum é o herpes labial? Como se previne o herpes labial? Qual é a composição do penso para o herpes labial? Contém algum ingrediente ativo? Contêm medicamentos? Quanto tempo dura um surto de herpes labial? As lesões do herpes labial podem aparecer em diferentes locais? A embalagem dos pensos para o herpes labial é estéril?

O que é o herpes e o que é o herpes labial?

O herpes é um vírus. E como a maioria dos vírus, pode disseminar-se entre os seres humanos. O que torna o herpes diferente de outros vírus é esta realidade: uma infeção por herpes dura para sempre. No caso de outros vírus comuns, como os que causam constipações ou gripe, o vírus é completamente destruído pelo sistema imunitário. Não é assim com o herpes. O vírus do herpes aloja-se num local no corpo chamado gânglio, um nó de nervos no cérebro inacessível às defesas do corpo. Ocasionalmente, o vírus do herpes replica-se e viaja ao longo de uma via particular até à superfície do corpo. Isto é conhecido por surto ou herpes labial. Quando o vírus do herpes se manifesta desta forma, é geralmente eliminado pelo sistema imunitário do hospedeiro. Mas o vírus do herpes mantém sempre cópias suas suficientes no seu esconderijo para poder persistir – pelo menos enquanto o hospedeiro viver.

Quantos tipos de vírus do herpes existem?
A palavra “herpes” vem da palavra grega “herpein”, que significa “rastejar”. Os vírus do herpes simples são vírus de DNA de cadeia dupla que apenas infetam seres humanos. Existem vários tipos de vírus do herpes simples, mas dois são predominantes:

  • Vírus do herpes simples tipo 1 (HSV-1)
  • Vírus do herpes simples tipo 2 (HSV-2)

Uma pessoa pode ser infetada com um ou ambos os vírus do herpes. Normalmente, as infeções pelo HSV-1 ocorrem predominantemente nos lábios da boca, e as infeções pelo HSV-2 ocorrem na zona genital.

O que provoca o herpes labial?

O vírus do herpes labial é geralmente contraído durante a infância.
Quase 80 % da população adulta tem o vírus, mas apenas 20 % experiencia surtos. Estes podem ser desencadeados por vários fatores, incluindo:

  • Stress
  • Sistema imunitário enfraquecido
  • Fadiga
  • Febre
  • Constipação ou gripe
  • Clima extremo (frio/calor)
  • Exposição solar
  • Menstruação
  • Hormonas

Quais são as diferenças entre o Herpes e o herpes labial?

Embora existam diferentes variações do vírus do herpes, os mais comuns são o Vírus do Herpes Simples 1 (HSV-1) e o Vírus do Herpes Simples 2 (HSV-2), sendo o HSV-1 consideravelmente mais prevalente do que o HSV-2. O efeito mais comum do HSV-1 é o herpes labial.

Qual é a diferença entre o herpes labial e o herpes genital?

Uma pessoa pode ser infetada com um ou ambos os vírus do herpes. Normalmente, as infeções pelo HSV-1 ocorrem predominantemente nos lábios da boca, e as infeções pelo HSV-2 ocorrem na zona genital.

Onde aparece geralmente o herpes labial?

Enquanto o herpes labial ocorre mais frequentemente na boca e áreas labiais (o HSV-1 ataca esta área devido à alta concentração de terminações nervosas), também pode ocorrer nas narinas, bochechas e/ou nos dedos. O herpes também se pode manifestar no céu da boca ou nas gengivas. Estas feridas não devem ser confundidas com aftas, que ocorrem no interior da bochecha e não estão relacionadas com o HSV.

Quais são os sintomas do herpes labial?

O primeiro sintoma clássico de um surto de herpes labial é uma sensação de ardor ou formigueiro ao redor dos lábios ou nariz. No espaço de um ou dois dias ocorre uma erupção, que leva à formação de bolhas visíveis cheias de líquido. Estas bolhas rebentam, expondo uma úlcera. Se deixada descoberta, a lesão do herpes labial secará ao longo de um período de dias. Forma-se uma crosta e cairá quando a lesão estiver cicatrizada.

Como se desenvolve uma lesão de herpes labial?

O primeiro sintoma de um surto de herpes labial é uma sensação de ardor ou formigueiro ao redor dos lábios ou nariz. No espaço de um ou dois dias ocorre uma erupção, que leva à formação de bolhas visíveis cheias de líquido. Estas bolhas rebentam, expondo uma úlcera. Se deixada descoberta, a lesão do herpes labial secará ao longo de um período de dias. Forma-se uma crosta e cairá quando a lesão estiver cicatrizada.

Qual é a duração média de um surto de herpes labial?

Entre 7 a 12 dias.

Existe algum risco de infeção com herpes labial?

Quando alguém experiencia um surto de herpes labial, existe um risco de infeção secundária, o que pode tornar o surto mais doloroso e causar um problema mais sério. Ao cobrir a lesão, o Penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial reduz o risco de infeção secundária.

O que ativa o herpes labial?

Mesmo com um sistema imunitário normal, podem ocorrer reincidências. Por vezes, a reincidência ocorre espontaneamente. No entanto, os seguintes estímulos são conhecidos por poder estimular uma reincidência: stress físico, estilo de compensação emocional pobre, fatores de stress persistentes, ansiedade, febre, exposição a luz ultravioleta, exposição solar, danos nos nervos, danos nos tecidos, um sistema imunodeprimido, calor, frio, menstruação, outras infeções, fadiga ou hormonas.

Como prevenir um surto de herpes labial nas fases iniciais?

Tanto nos surtos iniciais como subsequentes, as bolhas e úlceras de herpes simples são preenchidas com o vírus e altamente contagiosas até estarem cicatrizadas. Tocar numa lesão de herpes labial, e em seguida noutros locais, pode propagar o vírus para essas áreas. Para evitar a propagação, a pessoa infetada deve lavar as mãos com frequência, especialmente após contacto com a lesão, e não deve partilhar copos ou utensílios com outras pessoas.

O herpes labial é contagioso?

Sim. Durante um surto, o HSV-1 está presente, e pode ser facilmente transferido de uma pessoa para outra através de beijos ou partilhando bebidas. O Penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial forma uma barreira protetora à volta da lesão de herpes labial, impedindo que o vírus se espalhe durante a cicatrização e que a pessoa toque na área afetada. Assim, reduz significativamente a contaminação.

Como se contrai o herpes labial?

O Vírus do Herpes Simples Tipo 1 causa geralmente causa lesões. O vírus é normalmente contraído no início da infância. Infelizmente, o nosso sistema imunitário não é capaz de se livrar completamente da infeção e o vírus permanece no nosso corpo, normalmente escondido no gânglio, um nó de nervos no cérebro. Embora não tenhamos um entendimento claro de como um surto de herpes labial é desencadeado, sabe-se que tal se pode dever a uma série de fatores externos, como: exposição solar, stress, tempo frio, febre, constipação ou gripe, fadiga ou hormonas. O herpes labial é transmitido através de contacto físico direto ou contacto físico íntimo com uma pessoa infetada.

Em que fase é o herpes labial mais contagioso?

O herpes labial é mais contagioso durante um surto. Este propaga-se através do contacto íntimo direto, geralmente beijos.

O herpes pode ser transmitido sem sintomas?

Sim. Não existem sintomas universais do herpes. Na verdade, algumas pessoas com herpes não apresentam qualquer sintoma. Existem também variações entre pessoas que apresentam sintomas de herpes. Portanto, nem todos terão os mesmos sintomas.

O primeiro sintoma clássico de um surto de herpes labial é uma sensação de ardor ou formigueiro ao redor dos lábios ou nariz. No espaço de um ou dois dias ocorre uma erupção, que levar à formação de bolhas visíveis cheias de líquido. Estas bolhas rebentam, expondo uma úlcera. Se deixada descoberta, a lesão do herpes labial secará ao longo de um período de dias. Forma-se uma crosta e cairá quando a lesão estiver cicatrizada.

Como se propaga e transmite o herpes labial?

Tanto nos surtos iniciais como subsequentes, as bolhas e úlceras de herpes simples são preenchidas com o vírus e altamente contagiosas até estarem cicatrizadas. Tocar numa lesão de herpes labial, e em seguida noutros locais, pode propagar o vírus para essas áreas. O vírus do herpes labial é transmitido pela saliva. Para evitar a propagação, uma pessoa com uma lesão de herpes labial deve lavar as mãos com frequência, especialmente após contacto com a lesão, e não deve partilhar copos ou utensílios com outras pessoas. O herpes labial também pode ser transmitido através de contacto físico direto com uma pessoa infetada. Nadar numa piscina ou jacuzzi com uma lesão de herpes labial é aceitável.

Quão comum é o herpes labial?

As reincidências de herpes labial são muito comuns. O vírus permanece nos gânglios numa forma inativa, ou latente. Durante este período, o vírus não se replica. Permanece nesta forma latente por períodos variáveis. Certos estímulos podem fazer com que o vírus viaje pelo nervo até à pele e cause o reaparecimento de sintomas. Isto é conhecido por recidiva.

Mesmo com um sistema imunitário normal, podem ocorrer recidivas. Por vezes, a recidiva ocorre espontaneamente. No entanto, os seguintes estímulos são conhecidos por poder estimular uma recidiva: stress físico, fatores de stress persistentes, ansiedade, febre, exposição a luz ultravioleta, exposição solar, danos nos nervos, danos nos tecidos, um sistema imunodeprimido, calor, frio, menstruação, outras infeções, fadiga ou alterações hormonais.

Como se previne o herpes labial?

Embora os surtos de herpes labial não possam ser evitados, as seguintes medidas podem minimizar a propagação de lesões e reduzir a frequência de surtos:

  • Lave sempre as mãos antes e depois de tocar na lesão de herpes labial.
  • Evite beijar, partilhar bebidas e produtos para os lábios até a lesão de herpes labial cicatrizar.
  • Se conhecer os estímulos do seu herpes labial, tente minimizar a sua exposição. Por exemplo, pode aplicar bálsamos labiais com FPS se o seu herpes labial for ativado por condições climáticas extremas.
  • Não é possível evitar a infeção inicial do vírus do herpes labial ou evitar completamente futuros surtos.

Qual é a composição do penso para o herpes labial? Contém algum ingrediente ativo? Contêm medicamentos?

Não existem quaisquer medicamentos no penso. No entanto, contém hidrocoloide-075 ultrafino, que é um ingrediente absorvente inovador. O hidrocoloide-075 é uma das mais recentes tecnologias a ser utilizada no tratamento de feridas. É o elemento vital na conceção de um tratamento para feridas ultrafino, flexível e discreto. Os tratamentos baseados em hidrocoloide-075 ultrafino também ajudam a impedir a propagação do vírus.

Quanto tempo dura um surto de herpes labial?

Geralmente, um surto de herpes labial desaparece em 7 a 12 dias.
Consulte sempre o seu médico ou farmacêutico no caso de a lesão não cicatrizar ou parecer piorar.

As lesões do herpes labial podem aparecer em diferentes locais?

Dependendo de variações nos mecanismos de defesa do corpo de cada um, um surto de herpes labial pode por vezes ser mais grave do que o geralmente experienciado por um indivíduo. Isso pode suceder independentemente do tratamento aplicado. A área da lesão pode alargar-se com o desenvolvimento de mais bolhas e/ou vários focos podem desenvolver-se em diferentes áreas com graus distintos, frequentemente acompanhados pelo aumento da dor.

Além disso, num surto de herpes existe sempre um risco de infeção secundária com bactérias, o que pode tornar o surto mais doloroso e causar problema mais graves. Adicionalmente, existem outras doenças que afetam a pele e se assemelham ao quadro clínico do herpes labial, exigindo um tratamento médico específico. Tudo isto pode acontecer com qualquer tratamento e é um fator intrínseco do próprio surto de herpes. No entanto, um curso mais grave de sintomas também pode ser uma indicação de uma incompatibilidade muito raramente ocorrida ou uma reação alérgica, mesmo que o produto seja, em princípio, muito bem tolerado. Portanto, se ocorrerem vermelhidão e comichão ocorrerem durante o tratamento com o produto, o uso deve ser interrompido até obter esclarecimentos médicos. Como o curso individual dos sintomas nunca pode ser julgado à distância, recomendamos consultar o seu médico ou farmacêutico se a condição parecer diferente dos surtos anteriores, piorar, persistir muito além do período habitual e/ou não cicatrizar no prazo de 10 dias ou está perto do olho.

A embalagem dos pensos para o herpes labial é estéril?

O produto é fabricado ao abrigo das melhores práticas, mas não é estéril.

2. Utilização

Como retiro o penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial sem arrancar a minha pele? O penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial pode ser aplicado sobre batom ou bálsamo labial? Como é que o penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial adere na presença de pelos, faciais incluindo uma barba? Este produto tem de ser aplicado 24 horas por dia, ou apenas durante o dia? Quanto tempo, em média, dura uma embalagem de Pensos Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial com 15 pensos para uma pessoa a experienciar um surto normal de herpes labial? É possível comer e beber com o penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial colocado? Existe alguma coisa que não se deva comer ou beber com um penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial? É seguro beijar alguém com uma lesão de herpes labial? O penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial permanece no lugar durante a rotina de higiene diária (esfoliação, lavagem, escovagem dos dentes, limpeza com a toalha)? Tenho de evitar o sol ao usar o penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial? O penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial pode ser usado por crianças? Quem pode usar o Penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial? É seguro? Se eu sentir um formigueiro, mas a lesão de herpes labial ainda não apareceu, posso usar o penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial? Durante quanto tempo se deve usar os pensos Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial?

Como retiro o penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial sem arrancar a minha pele?

O penso descola-se naturalmente após cerca de 8 horas e deverá então ser substituído por um novo.

Num estudo clínico envolvendo 174 indivíduos, 25 % dos sujeitos conseguiu um tempo de utilização de 12 horas ou mais. A experiência pode variar de pessoa para pessoa. Em qualquer caso, aguarde até o penso começar a descolar antes de o retirar.

O penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial pode ser aplicado sobre batom ou bálsamo labial?

Não. O penso deve ser aplicado na pele limpa e seca, livre de cremes ou pomadas. Pode aplicar maquilhagem sobre o penso.

Como é que o penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial adere na presença de pelos, faciais incluindo uma barba?

O produto deverá aderir mesmo se tiver barba. Foram incluídos doentes com barba no estudo clínico e não foram detetados problemas.

Este produto tem de ser aplicado 24 horas por dia, ou apenas durante o dia?

Para obter melhores resultados, recomendamos utilizar o penso 24 horas por dia.

Quanto tempo, em média, dura uma embalagem de Pensos Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial com 15 pensos para uma pessoa a experienciar um surto normal de herpes labial?

Em média, 7 dias, dependendo do surto. Consulte o seu farmacêutico ou médico se as lesões do herpes labial se agravarem e/ou não cicatrizarem no prazo de 10 dias.

É possível comer e beber com o penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial colocado?

Sim. Assegure-se apenas de que o produto permanece no lugar. Uma vez que o vírus também está presente na saliva das pessoas afetadas por um surto de herpes, não é recomendável partilhar copos ou talheres com outras pessoas.

Existe alguma coisa que não se deva comer ou beber com um penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial?

Não se conhecem incompatibilidades quanto ao tipo de alimentos ou bebidas ao usar o penso.

É seguro beijar alguém com uma lesão de herpes labial?

É recomendável evitar o contacto íntimo com outras pessoas durante um surto. Durante um surto, o HSV-1 está presente, e pode ser facilmente transferido de uma pessoa para outra através de beijos ou partilhando bebidas.

O penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial permanece no lugar durante a rotina de higiene diária (esfoliação, lavagem, escovagem dos dentes, limpeza com a toalha)?

Sim, desde que seja cuidadoso ao redor da área infetada.

Tenho de evitar o sol ao usar o penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial?

Não é necessário tomar precauções especiais ao usar o penso.

O penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial pode ser usado por crianças?

O produto funcionaria igualmente bem com crianças, embora esta população não tenha sido estudada. No entanto, os pais devem supervisionar as crianças para garantir que não mastigam nem engolem o penso.

Quem pode usar o Penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial? É seguro?

O Penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial pode ser usado por adultos e crianças, embora não tenha sido realizado qualquer estudo específico em crianças. No entanto, os pais devem garantir que a criança tem idade suficiente para não mastigar nem engolir o penso.

Se eu sentir um formigueiro, mas a lesão de herpes labial ainda não apareceu, posso usar o penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial?

Sim. Para obter melhores resultados, comece a usar ao primeiro sintoma de um surto de herpes labial.

Durante quanto tempo se deve usar os pensos Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial?

Não tente retirar o penso até este começar a descolar nas bordas. Se o penso ainda estiver colado após 12 horas, continuará a criar um ambiente ótimo de cicatrização e, portanto, a ser eficaz.

3. Vantagens

O penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial é impermeável? O penso é resistente à água com cloro e à água salgada? O penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial é hipoalergénico? O penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial protege dos raios UV? O penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial reduz a probabilidade de propagação do vírus do herpes? Foram realizados estudos clínicos sobre o penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial? O penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial pode afetar a pele saudável, tornando-a seca e provocando comichão? Quais são as vantagens do Penso Compeed®Tratamento da lesão do herpes labial em relação a outros produtos e tratamentos contra o herpes atualmente no mercado? O penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial seca a pele?

O penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial é impermeável? O penso é resistente à água com cloro e à água salgada?

O penso é resistente à água, incluindo água com cloro e água salgada. Dado que algumas lesões do herpes labial se localizam perto da boca, lavar o rosto ou entrar em contacto com líquidos pode reduzir a adesão. A natação também pode reduzir a adesão. A água apenas entrará pelas bordas, não através do filme exterior. Se isto ocorrer, simplesmente substitua-o por um penso novo.

O penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial é hipoalergénico?

Sim. Se experienciar vermelhidão e comichão, o utilizador deve interromper o tratamento e consultar um médico.

O penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial protege dos raios UV?

O Penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial não fornece uma proteção significativa contra raios UV. Poderá aplicar protetor solar sobre o penso.

O penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial reduz a probabilidade de propagação do vírus do herpes?

Sim. O toque é a fonte mais comum de contaminação cruzada e o Penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial sela e cobre a ferida completamente, evitando que o utilizador lhe toque.

Foram realizados estudos clínicos sobre o penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial?

Sim, foi realizado um estudo clínico com o Penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial. Este demonstrou que o penso trata as lesões do herpes labial com segurança e eficácia. Os pacientes do estudo relataram que o uso do penso possibilitou um controlo confortável, higiénico, menos visível e suportável de um surto de herpes labial. Não foram detetados problemas de segurança associados ao uso do penso para o herpes labial.

O penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial pode afetar a pele saudável, tornando-a seca e provocando comichão?

O penso não deverá afetar a sua pele saudável nem a deixar seca ou com comichão, dado que funciona criando um ambiente hidratante de cicatrização.

Quais são as vantagens do Penso Compeed®Tratamento da lesão do herpes labial em relação a outros produtos e tratamentos contra o herpes atualmente no mercado?

O Penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial é um penso invisível inovador com o ingrediente hidrocoloide-075 ultrafino, que controla surtos de herpes labial desde o início até ao fim. O Penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial oferece um tratamento clinicamente comprovado para tratar as 5 fases dos sintomas do herpes labial, desde o início até ao fim.

  1. Acalma e alivia a sensação de ardor e irritação.
  2. Chega de situações embaraçosas, dado que o penso trata as lesões de forma discreta, mas em profundidade, impedindo a propagação do vírus por contacto com a área afetada.
  3. Reduz significativamente a contaminação.
  4. Esta tecnologia promove um ambiente ideal de cicatrização livre de germes, prevenindo a formação de crostas.

O penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial seca a pele?

A ferida e a pele não secam com o penso. O penso sela ao redor da lesão do herpes labial, cobrindo-a totalmente para a proteger de agressões adicionais, como toques. O penso também proporciona um alívio da irritação e ardor. Absorve parte do líquido e permite ao restante respirar através do penso. Não ocorre formação de crosta porque a ferida não seca. A ferida é menos óbvia para as pessoas e mais confortável sem a presença de uma crosta seca e pruriginosa.

4. Modo de atuação

Como é que Penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial funciona se não contém um ingrediente antiviral?

Os antivirais combatem a replicação do vírus, que é apenas parte do problema do herpes labial. O vírus nunca pode ser efetivamente eliminado. Portanto, uma alternativa eficaz é cicatrizar a lesão do herpes labial e tratar os seus sintomas como se fosse uma ferida.

Como funciona um penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial?

A tecnologia hidrocoloide-075 é um gel ativo que atua como uma segunda pele. Este sela a sua lesão do herpes labial para acelerar o mecanismo de cicatrização natural do seu corpo.

Para obter melhores resultados, comece a usar o penso assim que sentir um formigueiro e continue a usá-lo 24 horas por dia ao longo de todo o surto até que a lesão esteja completamente cicatrizada.

De que forma o penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial reduz as sensações de formigueiro e ardor?

O penso proporciona condições ótimas de cicatrização para a lesão do herpes labial. Ao cobrir uma lesão com o Penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial, o alívio calmante da irritação e deve-se ao facto de o penso proteger as terminações nervosas expostas evita que a lesão do herpes labial seque e, consequentemente, a formação de crostas dolorosas.

5. Indicações/Contraindicações

O penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial é nocivo se ingerido? O que devo fazer se engolir o penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial?

O produto é composto por materiais seguros e, portanto, não deverá representar um perigo para a saúde. Não deverá haver riscos de asfixia, graças às pequenas dimensões do penso. No entanto, o produto não se destina a ser ingerido. Se o engolir, por favor consulte o seu médico.

Existe alguma contraindicação para o uso do penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial com outros medicamentos?

Não existem contraindicações conhecidas em usar o penso em combinação com outros produtos médicos. No entanto, cremes de tratamento ou pomadas para o herpes labial poderão perturbar a adesão do penso.

Posso usar Compeed® com outros produtos tópicos (como Carmex, Blister, etc.) ou protetor solar?

Não recomendamos o uso de cremes ou pomadas sob o penso, dado que poderão comprometer a adesão.

Posso combinar o penso com outros tratamentos para o herpes?

Não existem dados clínicos sobre a combinação do penso com outro tratamento tópico, pelo que recomendamos a sua utilização sem outro tratamento local ou a pedir assistência ao seu médico ou farmacêutico.

Posso usar o Penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial se estiver grávida ou a amamentar?

Se estiver grávida ou a amamentar, consulte o seu médico antes de usar o Penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial.

O Penso Compeed® Tratamento da lesão do herpes labial pode ser usado em lesões do herpes facial não localizadas nos lábios?

Sim, pode usar o produto em lesões do herpes facial, exceto aquelas em redor dos olhos.

04

Calos

1. Informações gerais

O que é um calo?

Os calos são zonas de pele espessa no pé, muitas vezes dolorosas à pressão.

O que provoca um calo?

Os calos são causados por fricção e pressão em superfícies ósseas, resultantes de sapatos mal adaptados. A pele do pé torna-se mais espessa como uma resposta protetora à pressão e à fricção.

Como se tratam os calos?

Comece por aliviar e hidratar os pontos de pressão no pé. Isto pode ser feito através da aplicação de um penso para criar um efeito de almofada contra a fricção. Os pensos COMPEED® Calos contêm um gel especial que ajuda a remover o calo enquanto proporciona um alívio imediato da dor.

Como se previnem os calos?

Para prevenir calos, comece por reduzir a pressão e hidratar os pés, especialmente se usar sapatos apertados. Usar um penso hidrocoloide, como os Pensos COMPEED® Calos, também pode ajudar a reduzir a pressão, mantendo o equilíbrio natural de hidratação.

2. Indicações/Contraindicações

Os pensos Compeed® Calos podem ser usados em verrugas?

Os pensos Compeed® Calos não são indicados para utilização em verrugas, dado que não foram testados para esta indicação. Assim, não podemos recomendar que os utilize dessa forma.

05

Joanetes

1. Informações gerais

O que são joanetes?

Os joanetes são protuberâncias duras na articulação do dedo grande do pé. Podem ser incrivelmente dolorosos.

O que provoca os joanetes?

A pressão interna sobre os dedos dos pés pode levar à formação de joanetes, à medida que o dedo aponta em direção ao pé e a articulação é empurrada para fora. O uso de sapatos apertados e desconfortáveis também pode agravar esta condição.

Os joanetes também podem ser provocados por condições de saúde subjacentes. Se tiver dúvidas, consulte o seu médico.

Como se tratam os joanetes?

A cirurgia é a única cura permanente para os joanetes. Felizmente, é possível minimizar a fricção e o atrito sobre a área endurecida. Os pensos COMPEED® Joanetes previnem a fricção com o seu efeito de almofada, proporcionando um alívio instantâneo da pressão e ajudando a prevenir a formação de pele endurecida.

Como posso prevenir os joanetes?

Poderá ser possível atrasar a progressão dos joanetes, cuidando dos seus pés. Evite a pressão desnecessária, utilizando sapatos de tamanho adequado, especialmente perto da zona da articulação e do dedo do pé. Nas ocasiões que exigem uns sapatos fabulosos, proteja a zona com um efeito almofada para minimizar a pressão.

06

Calosidades

1. Informações gerais

O que é uma calosidade?

As calosidades são zonas de pele amarelada endurecida, geralmente no calcanhar ou na planta do pé. As calosidades são geralmente maiores do que os calos e não tão bem-definidas.

O que provoca uma calosidade?

A fricção, a pressão e o peso repetidos provocam calosidades, tal como acontece quando se usam saltos altos, que transferem todo o peso do corpo para a planta do pé.

Como se tratam as calosidades?

Comece por suavizar e hidratar a pele com a calosidade. Experimente os Pensos COMPEED® Calosidades, com efeito almofada, para proteger contra a pressão, hidratar e proporcionar um alívio imediato da dor.

Como se previnem as calosidade?

Para prevenir a formação de uma calosidade, experimente hidratar a pele com um creme para os pés e exfoliar. Isto pode eliminar as células mortas da pele antes de endurecerem.

Também é boa ideia proteger os pés contra o atrito e fricção, especialmente se usar sapatos de salto alto que colocam mais peso na planta dos pés.